Como Analisar as Métricas do seu Escritório de Advocacia

É muito importante entender para que rumo está indo o seu negócio. E isso não é diferente para o advogado ou a Advogada. É preciso identificar as métricas para medir os resultados e obter indicadores que vão te auxiliar nas tomadas de decisões estratégicas para o crescimento de seu escritório de advocacia.

Qual a importância de se ter métricas na Advocacia?

A maioria dos advogados e advogadas não se preocupam em medir os resultados de diferentes tarefas e ações em seus escritórios de advocacia. O erro começa na falta de gestão. Não há como identificar o que fazer sem saber o que tem dado resultado. Mas a grande maioria dos advogados e advogadas não realizam as medições por desconhecer como fazer e quais métricas devem utilizar para medir.

Por não saber as métricas que devem adotar, muito advogados prestam bons serviços mas cobram mal, com isso seu escritório não consegue se manter lucrativo. Outros possuem seus negócios sendo conduzidos de mal a pior e não sabem ondem estão os gargalos, tudo por falta de métricas.

Por isso é importante medir o desempenho do seu escritório de advocacia visando o seu crescimento, quanto interno, quanto externo. Todo esse processo passa por avaliações de desempenho individual e do conjunto de pessoas, atividades, ações de curto, médio e longo prazo. Feito isso inicia-se o processo de transformação para novas medições de desempenho, lembrando que as métricas não devem ficar só no campo dos números e guardadas em planilhas, elas são feitas para serem estudadas, recicladas e usadas.

Quais métricas devem ser avaliadas na Advocacia?

O universo jurídico é muito peculiar. Existem diversos fatores que impactam no crescimento do seu escritório de advocacia, mas sem boas métricas o caminho para o sucesso se torna ainda bem mais longo, ou até mesmo sem destino final. Por isso vamos analisar as 5 principais métricas que devem ser avaliadas para que possa entender melhor que rumo o seu escritório de advocacia está tomando na caminhada do crescimento.

“O que não pode ser medido não pode ser gerenciado.”

William E. Deming

#1. Produtividade

A produção faz com que seu trabalho seja desempenhado e seu serviço seja entregue ao cliente. Então, produzir de forma eficiente é muito importante para você cumprir os prazos e metas definidas. Medir isto de você e sua equipe faz com que saiba onde se tem gastado mais tempo e produzido menos, ou onde se tem produzido mais e gastado menos tempo.

Ao medir o desempenho produtivo de sua equipe de colaboradores é importante levantar informações para entender a quantidade de tarefas entregues durante o mês pela equipe, quanto tempo cada colaborador tem gasto para realizá-las, quanto tem entregado de resultado dentro do período, as metas que foram atingidas ou não. Com isso vai poder entender o quanto cada colaborador tem dado de retorno para seu escritório

#2. Orçamento

É de suma importância medir os gastos fixos e variáveis para o funcionamento do seu escritório de advocacia. Entender o que tem sido gasto, qual o motivo, quanto se tem guardado, qual é o capital giro e o fluxo de caixa faz com que se tenha noção de até onde pode ir com as despesas e como está a saúde financeira do escritório.

Entender a sustentabilidade do seu negócio depende muito desta medição. Saber o quanto cada advogado associado lhe custa e o quanto possuem de orçamento vai te possibilitar medir se ele tem dado retorno financeiro ao seu escritório de advocacia.

Fazer isto de forma manual é arriscado, por isso o uso de um software jurídico que já tenha um módulo de controle financeiro é o mais indicado. Sabemos que erros humanos acontecem e podem custar caro, até mesmo sabotar suas análises e resultados de métricas.

#3. Inadimplência

Essa métrica tira o sono de muitos advogados e advogadas. A inadimplência precisa ser medida urgentemente. Através dela podemos saber o impacto do fluxo de caixa e do capital de giro do escritório. Queremos um escritório sustentável não é mesmo? Então como alcançar isto sem saber a taxa de inadimplência? Como prever e se prevenir de meses em que esta taxa põe em risco o caixa do escritório? É muito importante medir a taxa de inadimplência e a quantidade de inadimplentes para poder saber o que fazer quando atingir níveis inesperados.

Não é nada bom medir isto, e por isso muitos não o fazem mas aqueles que fazem sabem se prevenir em momentos de crise financeira.

#4. Análise de Processos

Você sabe a quantidade de processos em que atende por área de atuação? Existem algumas áreas de atuação em que a lucratividade é menor mas a quantidade de processos é maior como na Trabalhista, já em outras, a quantidade de processos é menor mas o lucro é muito maior em comparado a anterior, como na Previdenciária. Saber quanto tempo tem gasta para resolver processos de determinadas áreas vai mostrar qual é a mais lucrativa para seu escritório. Detendo esta informação imagine as ações que podem fazer para tornar seu escritório mais lucrativo …

Medir também a quantidade de processos ativos, inativos e a quantidade de processos que têm entrado para seu escritório de advocacia durante o mês, faz com que tenha previsibilidade de receita, ajudando-o a ter maior controle sobre seu fluxo de caixa e capital de giro.

#5. Clientes Lucrativos

Isto poucos medem mas é muito importante saber quais clientes que são mais lucrativos para o seu escritório de advocacia.

Tenho certeza que existem clientes com menor valor agregado de ações mas que tomam muito o seu tempo, ou o tempo de sua equipe, embora, também, existem clientes que possuem grande potencial de lucro, e que não tomam muito seu tempo. Gerir isto é um diferencial estratégico para seu escritório de advocacia, mas para poder gerir é preciso medir. Fazer isto com planilhas é bem complicado por isso indico um software jurídico como o Nexus que já possui estes cálculos prontos e em formato de gráficos para poder analisar com precisão.

É muito importante avaliar os clientes que têm dado lucro, ou prejuízo, já que sua equipe pode estar perdendo muito tempo com clientes de menor valor agregado de ações, deixando assim de dar atenção aos clientes que são mais lucrativos para seu escritório.

Espero ter ajudado a identificar algumas métricas que pode estar utilizando para medir os resultados do seu escritório de advocacia. Deixe seu like em nosso post e comente aqui abaixo a sua opinião, ela é de muita importância para nós.

Obrigado e até a próxima!

Share this post on:
Analista de Marketing Digital na Ultimatum Tecnologia Jurídica

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Fique por dentro das novidades, lançamentos e muito conteúdo útil para o seu dia a dia.

Siga-nos

Fique por dentro das novidades, lançamentos e muito conteúdo útil para o seu dia a dia.