...

Perfil, habilidades, atribuições e competências de um gestor jurídico

Em vários artigos falamos sobre a gestão jurídica, softwares jurídicos de gestão, metas, empreendedorismo, tecnologia, capacidade de atuação da equipe, inovações e outros. Pois bem, para que tudo isso flua da melhor maneira possível, de forma coesa, tranquila, produtiva e tecnicamente correta o papel do gestor jurídico corporativo deve ser o mais adequado, com pleno domínio não somente de conteúdo específicos do direito, mas também, e principalmente, conhecimento de gestão, de desenvolvimento de pessoas, administração, tecnologia e inovação.

Não é obrigatório que o gestor de um departamento jurídico de uma empresa ou ainda, de um escritório de advocacia conheça profundamente todas as áreas do Direito. Isso seria inclusive humanamente impossível. Contudo, é importante sim, ter conhecimento geral de todos os principais temas jurídicos básicos, especialmente de temas relacionados a contratos e obrigações, responsabilidade civil, societário, prazos e procedimentos de contencioso, tributário, relações de trabalho e outros aplicáveis ao mundo corporativo em especial, à atividade principal da empresa atuante.

Enfim, não é preciso ser especialista em direito entretanto, ter um conhecimento para manejar os temas envolvidos na rotina da gestão e que com certeza fazem parte do dia a dia dos clientes internos, bem como gerir sua equipe com diretrizes básicas de atuação, é um grande diferencial.

É normal que os gestores jurídicos tenham em suas equipes os advogados com competências específicas que auxiliarão no andamento dos diferentes temas jurídicos. Na maioria das vezes as organizações possuem verdadeiros especialistas e advogados com amplas titulações e com conhecimento pleno em áreas específicas do Direito.

Ainda assim é importante que o gestor tenha um conhecimento genérico, participando e organizando reuniões com ciência dos temas e termos que serão tratados mas, acima de tudo, com o domínio para interligar pontos, questões, apontar problemas e oportunidades e enfrentar os que lhe são colocados com desenvoltura e segurança, apresentando soluções que geram credibilidade e satisfação.

Depois os aprofundamentos necessários se farão obter, quer por meio de sua própria equipe, quer por meio de advogados especialistas externos, quando a situação assim realmente o exigir. O que reitero é: o gestor jurídico tem que saber filtrar os temas, encaminhar os assuntos e ter o grau de discernimento exigido para sua função.

Todo esse domínio é conquistado com estudo, esforço, prática, experiência (tempo de atuação) e maturidade. Na gestão de uma equipe seja ela qual for, um passo muito importante é o ganho da confiança dos seus liderados e clientes internos em geral, para que a cada momento seja qual for a atividade realizada ou negociação feita, o departamento jurídico e/ou escritório jurídico seja consultado e seja uma referência na tomada de decisão. Sabemos que esta não é uma tarefa simples, mas temos certeza que ela é imensamente gratificante e que garante muito mais qualidade e credibilidade nos resultados do negócio como um todo.

Um gestor é o exemplo da equipe, suas ações são acompanhadas dia a dia e muitos profissionais que almejam se desenvolverem e crescerem o tem como referência. Nesse caso, demonstrar atitude, credibilidade e domínio vale muito mais do que o que é ensinado e aprendido em aulas e aulas teóricas.

Destacar-se na área do Direito não é uma tarefa fácil afinal, o mercado é bastante competitivo e a profissão é crucial para a sociedade. Sendo assim, é necessário estar totalmente preparado para encarar a rotina diária de trabalho. Para quem atua como gestor jurídico o desafio e a exigência são ainda maiores, já que as responsabilidades aumentam exponencialmente e as competências devem se sobressair ainda mais.

Qual o perfil e habilidades de um gestor jurídico?

Além do que falamos em relação aos conhecimentos da área e o envolvimento com o colaborador, é necessário atentar sempre para o desenvolvimento de habilidades comportamentais importantes para um gestor, como liderança, comunicação interpessoal, capacidade de negociação, networking, conhecimento de mercado, estabilidade emocional, inovação, criatividade, entre outros.

Continue nos acompanhando e analise 5 habilidades que um gerente jurídico precisa ter para ser bem sucedido e destacar-se no mercado.

1. Oratória

Essa é uma característica essencial para um profissional da área do direito. Ao lidar diariamente com os clientes e outros profissionais, aconselhando, negociando, persuadindo na obtenção de seus objetivos, uma comunicação clara e objetiva é indispensável. Utilizar-se de boa oratória faz com que o gerente jurídico seja bem avaliado tanto pelos clientes externos quanto pelos clientes internos, parceiros e todo os demais envolvidos com quem se relacionar. Uma boa comunicação gera confiança e segurança!

2. Conhecimento

O mundo está em constante transformação e na área do direito então, é assustadora a velocidade com que isso vem acontecendo.  Constantemente leis são alteradas, novas tecnologias lançadas e a sociedade transformada.

Nos dias de hoje por exemplo, existem diversas ferramentas que auxiliam na rotina de um gestor jurídico, seja na organização do dia a dia do escritório, pesquisa e condução de um caso, gestão de informação e tomada de decisão. Manter-se conectado e seguir as tendências tecnológicas quando necessário, é fundamental.

Crie uma rotina de leitura, acompanhe jornais e notícias especializados em Direito e mantenha-se atualizado, frequente seminários, palestras, procure cursos de especialização, crie um networking que gere trocas ricas de conhecimento e experiência.

Em resumo, busque conhecimento incansavelmente.

3. Equipe

Um gestor jurídico estará diariamente em contato diário com outras pessoas, precisarão tomar decisões, portar-se corretamente e ser um exemplo para os demais. Tenha uma escuta ativa, faça colocações nos momentos oportunos e estabeleça um vínculo de trabalho construído em conjunto.

Um gestor precisa saber trabalhar em equipe para atingir os objetivos e consolidar sua boa relação no ambiente de trabalho. Mostre para seus colaboradores onde se encaixam na estrutura organizacional, demonstre o quanto são valorizados e assim, terão motivos para se envolverem e se comprometerem ainda mais com os resultados do negócio.

4. Autopreservação

Mantenha uma distância entre assuntos profissionais e assuntos pessoais. Essa é uma dica para qualquer que seja a profissão e área de atuação. Para um gestor isso é imprescindível. Lembre-se que você é um exemplo para os demais. Pondere suas ações na vida pessoal para que elas reflitam de forma positiva na sua imagem profissional. Em momentos como os atuais, de grande força no marketing, seja ele corporativo ou pessoal, utilização de redes sociais, um ato impensado e muitas vezes imaturo pode ter um grande impacto profissional. Exemplos disso são exposições de fotos inadequadas, mensagens e áudios indesejados que caem na internet e circulam indevidamente, podendo até acabar com sua carreira profissional.

Essa dica é muito importante! Pode parecer um excesso, mas não é. Um profissional precisa analisar sua conduta rotineiramente e pensar em todos os reflexos de suas ações, especialmente, os que são exemplo.

5. Inovação e criatividade

Descobertas de novas necessidades, diferenciação profissional, criação de novos processos são elementos competitivos fundamentais para superação e destaque junto à concorrência no mercado jurídico. Para que essas inovações aconteçam o profissional precisa sistematicamente desenvolver sua criatividade e capacidade de inovação, propiciando periodicamente mudanças com o intuito de prestar serviços cada vez melhores, com excelência e ganhar espaços cada vez mais desconhecidos e ignorados.   

Desenvolva em você ou no escolhido por você como gestor do seu negócio, as habilidades necessárias para o sucesso de um departamento jurídico ou escritório de advocacia de excelência.

“A definição convencional de gestão é ter o trabalho feito pelas pessoas, mas a real definição de gestão é desenvolver as pessoas por meio do trabalho.” (Agha Hasan Abedi)

Se gostou do tema de hoje, deixe seu like e compartilhe com amigos e colegas de profissão que estão em uma constante busca por desenvolvimento, aprimoramento e evolução.

Quer ficar por dentro do cenário jurídico? Nos acompanhe pelo nosso Site Oficial. Facebook, Instagram e LinkedIn.

Um grande abraço e até a próxima!!!  😊

Share this post on:
Redatora Especializada em Gestão Jurídica

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Fique por dentro das novidades, lançamentos e muito conteúdo útil para o seu dia a dia.

Siga-nos

Fique por dentro das novidades, lançamentos e muito conteúdo útil para o seu dia a dia.