...

O que é necessário saber sobre a assessoria de imprensa na advocacia

O objetivo da assessoria de imprensa é gerar um perfil de comunicação institucional que visa fazer das organizações, fontes de reportagens nos grandes veículos de comunicação.

A assessoria de Imprensa em qualquer segmento econômico é um dos formatos mais tradicionais de comunicação e consiste em promover a relação entre um profissional e a mídia, seja ela, jornais, revistas, portais especializados, emissoras de rádio, televisão, influenciadores e vários outros.

Atualmente contamos os blogs institucionais, as redes sociais que já se consolidaram no dia a dia do público, mas antes disso, a mídia tradicional era uma necessidade e referência para a projeção externa de uma empresa.

E quando falamos de antes, não estamos falando de muito tempo atrás, não.  Há poucos anos que as mudanças no perfil dos “consumidores” aconteceram, voltando para o digital. Antes da transformação digital que vivemos, inclusive fortemente no mundo jurídico, a assessoria de imprensa era extremamente requisitada.

E no atual momento: o profissional de direito precisa buscar uma assessoria de imprensa? Aparecer na TV ainda pode ser útil para o marketing jurídico do advogado ou escritório de advocacia?

Continue lendo e entenda um pouco mais sobre a assessoria de imprensa na advocacia.

Geralmente ela é formada por um ou mais jornalista(s) que são responsáveis por encontrar temas e conteúdos relevantes relacionados à sua atividade e público alvo. Após isso, sugerem assuntos para serem abordados nos veículos de comunicação e veiculados na mídia.

Passos de como funciona o trabalho da assessoria de imprensa:

1 – O assessor de imprensa responsável, faz um briefing (resumo) sobre o perfil do cliente, em seguida, busca assuntos relacionados à sua área de atuação e veicula nos meios de comunicação. Isso é diferente de realizar uma propaganda ou anúncio, onde o mesmo aparecerá fazendo alguma divulgação.

2 – O assessor cria um conteúdo sobre um dos temas relacionados ao cliente e envia o jornal.

3 – Caso o jornal tenha interesse no tema apresentado, o mesmo será colocado dentro da pauta. Isso significa que, o cliente irá aparecer como um entrevistado e será uma referência sobre aquele assunto.

4 – A última parte é o Clipping, que corresponde à um resumo feito com todas as matérias em que seu cliente apareceu, e apresenta o resultado do seu serviço prestado.

A assessoria de imprensa para escritórios de advocacia

Na área jurídica os advogados mais tradicionais sempre foram fontes de reportagens de rádio, televisão e canais especializados. Atualmente, muitos, especialmente os que atuam em causas de grande repercussão possuem assessores de imprensa muito bem preparados.

A área criminal é um segmento em que a atuação do profissional de imprensa aparece com muita frequência, visto que inúmeros jornais e programas policiais veiculam os casos desde a ocorrência até o julgamento.

Mas independente da área de atuação, o advogado que tem uma boa assessoria, tem uma grande abertura nos veículos de comunicação, fazendo com que seja sempre visto e lembrado por todos, incluindo seu público alvo.

Marketing Digital e / ou Assessoria de Imprensa para escritório de advocacia?

É muito comum, atualmente, ouvir que o Marketing Digital eliminou completamente o serviço das assessorias de imprensa, que não é mais usado, que não é vantajoso, que um blog substitui uma matéria de jornal, etc.

Mas e será que é assim mesmo que acontece?

Sem dúvida alguma o marketing digital chegou para ficar. Com ele o advogado consegue medir seus resultados, ter um blog institucional importante, ser bem ranqueado no Google, e tudo isso, sem sombra de dúvidas, é uma excelente estratégia a ser adotada pelas empresas.

As estratégias de marketing digital adotadas pela sua empresa, podem atrair visitantes para seu site, redes sociais e outros. Com ferramentas de SEO cada vez mais evoluídas, você pode ficar na frente em várias buscas por serviços prestados como o seu, entretanto pode ser que nem tudo o que o cliente busca, esteja necessariamente na internet.

Por isso, é importante considerar a opção de juntar ambas as atividades e ganhar muito mais notoriedade e eficácia na sua carreira profissional.

A realidade é que hoje o mercado jurídico está apto e até mesmo sedento por investimentos tanto no marketing digital, quanto na assessoria de imprensa, já que o cenário é cada vez mais acirrado e competitivo. E lembre-se de um jargão muito verdadeiro: “quem não é visto não é lembrado”.

Com as duas áreas atuando em prol do seu trabalho, você terá muito mais visibilidade e credibilidade. Afinal, você terá um veículo de comunicação e/ou um influenciador digital que checaram todas as informações do seu perfil e as colocaram dentro de um contexto informativo.

Contar com profissionais de marketing e jornalistas com experiência de um mercado mais exigente e até mesmo sofisticado, com certeza trará uma sofisticação e um grau de refinamento maior para a imagem institucional do seu escritório/empresa.

É claro que, além disso, os canais especializados, jornais, influenciadores, colunistas sociais, entre outros, podem fazer toda a diferença na sua projeção, aumentando o tráfego do seu negócio na internet e a credibilidade do seu site perante o Google.

Uma dificuldade sempre muito enfrentada pelos clientes que contratam uma assessoria de imprensa, é a parte da medição dos resultados reais que ela traz mediante o investimento realizado. Essa talvez seja uma das partes mais discrepantes e desafiadoras entre o Marketing Digital e as Assessorias de Imprensa.

O Marketing Digital conta com inúmeras ferramentas que mede o retorno sobre investimento (ROI) e é claro que isso é muito bom. É o que o empreendedor  quer, gosta e precisa saber, avaliar as métricas, saber se o resultado está bom ou ruim, se está se pagando ou não, se continua ou para, enquanto na assessoria de imprensa, o trabalho se volta para a construção de uma imagem muito mais sutil e subjetiva, que pode apresentar um resultado a longo prazo e nem sempre tão claro.

Sendo assim, é fundamental alinhar bem as expectativas com os profissionais das duas áreas e crucial entender que este é um trabalho com resultados a médio e longo prazo, porém, garantido.

Sendo assim, podendo investir, recomenda-se que os escritórios de maior porte utilizem a prestação de serviços de assessoria de imprensa e também de marketing digital e compreendam que o retorno será a construção de uma imagem perante o público e não um retorno em lucros e números imediatos, propriamente dito. Para os que não possuem condição de investir na assessoria de imprensa de imediato, busque a alternativa do marketing digital, que geralmente possui um orçamento viável e traz grandes e bons resultados. Em um segundo momento, planeje o investimento na assessoria, garantido assim, uma evolução na sua carreira profissional.

A recomendação é de que, sempre que possível, alinhar a potencialidade exponencial do marketing digital, com o capricho de uma assessoria de imprensa, com profissionais que estejam alinhados na construção de imagem sólida e qualificada.

Convido os advogados e advogadas a lerem um pouco mais sobre tudo o que o marketing jurídico tem de potencial para ofertar na projeção de uma carreira jurídica, acessando nosso conteúdo através do link blog ultimatum.

Continue nos acompanhando também através do nosso Site Oficial e nossas redes sociais Facebook, Instagram e LinkedIn, que proporcionam à nossa empresa um retorno fantástico na aplicação do marketing digital.

Até o próximo tema!!!  😊

Share this post on:
Redatora Especializada em Gestão Jurídica

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Fique por dentro das novidades, lançamentos e muito conteúdo útil para o seu dia a dia.

Siga-nos

Fique por dentro das novidades, lançamentos e muito conteúdo útil para o seu dia a dia.